Meu perfil
BRASIL, Sul, Homem, de 56 a 65 anos, Arte e cultura, Casa e jardim
MSN -




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 spmc
 info




Mensageiro Virtual - Catalisando Vidas
 


Coração Divino de Jesus providenciai. Jesus Mestre Divino fazei com que imite vossa maneira de agir, falar, sentir, ver...ensinar, conversar...



Escrito por Clésio de Luca às 11h50
[] [envie esta mensagem
] []





As lições da liderança de Jesus

As Lições da liderança de Jesus

Das pessoas que conheço nenhuma é parecida com Jesus o Mestre de Nazaré. Estou atualmente lendo o evangelho de São Marcos, do capítulo um até o sexto que trata sobre a liderança de Jesus, a forma como encaminha sua vida e missão.

O início desta missão, começa em reconhecer a pregação de João Batista. Jesus "não insiste sobre o seu carater de Messias, nem cita as antigas profecias que em Jesus tiveram a sua realização, com exceção de uma só vez" introdução ao evangelho de Marcos, Mc 1,2-3 "Conforme está escrito no profeta Isaias: "Eis que envio o meu anjo ante a tua presença, o qual preparará o teu caminho diante de ti. Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas".

Lições da liderança de Jesus, do capitulo 1 ao 6 e uma obra escrita nesse sentido, vc pode procurá-la nas livrarias catarinense, pelo que sei vendem tal livro, cujo exemplar peguei em minha mão e pensei: Se os autores escreveram este livro, sobre a liderança de Jesus baseado no Evangelho de Marcos, por que não recorrer a esta fonte diretamente.
Mas se você preferir a obra, não digo que não possa ajudar na forma de compreensão da liderança de Jesus, que o importante é reconhecer esta liderança, isto é a forma que conduziu sua missão, preparando-se
para atrair seguidores, isto é os apóstolos.

As lideranças atraídas pelo chamado de Jesus precisam demonstrar a coerência de vida ao estilo de Jesus, do contrário não iluminarão
outros seres humanos.

A propósito cabe aqui ser citada de outro evangelista, Mateus o cobrador de impostos que escreveu em seu, com base no procedimento e pronunciamento de Jesus: "Vós sois a Luz do mundo!"Mateus 5,14.

"Pela misericórdia infinita do Pais às suas criaturas, permitiu que Jesus com sua compaixão pelas imperfeições humanas, viesse nos trazer a luz. Jesus nos disse quem o segue não andará nas trevas. De que trevas falava nosso Senhor? Das trevas perpetradas em nos por nossas imperfeições.

Ele veio como a Luz para iluminar os caminhos para o Pai. Aquele que aceita seus ensinamentos e os pratica, torna-se também luz para o mundo. Porque através dos atos daqueles que caminham na Lua, é que outros poderão ter seus caminhos também iluminados.

A luz tem que ser colocada no candeeiro para que possa iluminar aqueles que compartilham nossas vidas. Mas, somos seres cheios de (defeitos) fraquezas próprias da condição humana., que oculta nossa luz. Para realçar nossa luz interna, as nossas ações têm que ser compatíveis com aquilo que acreditamos. Temos de agir em todos os momentos da vida iluminados com a luz que recebemos.

A maneira mais eficaz de iluminar os outros com nossa luz, é através do exemplo e, não pelas palavras. Que nossos atos como cristão não seja pedras de tropeço para o caminhar de outros. Que sejamos identificados como cristãos não pelas palavras que dizemos, nem pelo simbólico sinal da cruz, mas por nossas obras".(Teseu).

Jesus disse isso aos apóstolos e diz para nós também. Na oração sacerdotal de Jesus, João 17 em oração ao Pai pedindo pelos homens:  "Manifestei o teu nome aos que me me deste do mundo. Eles eram teus e tu mos deste; eles guardaram a tua palavra. Agora conheceram que todas as coisas que me deste, vêm de ti, porque lhes comuniquei as palavras que me confiaste. Eles as receberam, conheceram verdadeiramente que eu saí de ti e creram que me enviaste.

Lições da liderança de Jesus continua em Marços 1 a 6. Ao começar sua missão após ter chamados os primeiros apóstolos: Pedro e André, João e Tiago Jesus foi a casa de Pedro. Ao chegarem lá vieram lhe dizer que a sogra de Pedro estava com febre. Jesus tomou-a pela mão e levantou-a; imediatamente a febre a deixou e ela pôs-se a servi-los. De tarde, sendo já o sol posto, traziam-lhe todos os enfermos e possessos. Toda a cidade se tinha juntado diante da porta. Curou muitos que se achavam oprimidos com várias doenças, expulsou muitos demônios e não lhes permitia dizer que o conheciam. Levantando-se muito antes de amanhecer, saiu, foi a um lugar solitário e lá fazia oração. Simão Pedro e os que estavam com ele foram procurá-lo. Tendo-o encontrado, disseram-lhe: Todos te procuram. Ele disse-lhes: Vamos para outra parte, parra as aldeias vizinhas, a fim de que eu também lá pregue, pois para isso é que vim. E andava pregando nas sinagogas e por toda a Galileia, e expulsava os demônios.

A partir dai, indo Jesus as aldeias curou muitos doentes, bastamos conferir nos capítulos 1 a 6 e desse modo Jesus foi escolhendo os seus 12 apóstolos, sendo que um deles, Judas o traiu.

O que enfatizamos neste texto, reforçamo-lo dizendo que nós os discípulos de Jesus precisam ser Luz: Vos sois a luz do mundo. E também vos sois o sal da terra, se ele se tornar insosso com que irá salgar? as relações humanas a que temos convivido. Procuremos ser coerentes com os ensinamentos de Jesus, sobretudo através do exemplo e das boas obras, procedimento este compatíveis com as obras realizadas por Jesus.

Sucesso na leitura do evangelho de Marcos, capitulo 1 a 6 de que trata as lições da liderança de Jesus.

Muito obrigado!

 

 
clesio de luca
Enviado por clesio de luca em 05/03/2014
Reeditado em 05/03/2014
Código do texto: T4715973
Classificação de conteúdo: seguro

 

Comentários

 

Sobre o autor
clesio de luca
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 67 anos
50 textos (8301 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/14 11:30)

 



Escrito por Clésio de Luca às 11h32
[] [envie esta mensagem
] []





E9 Invocação ao Espírito Santo. Vem, Espírito divino, manda tua luz lá do céu, Pai amoroso do pobre; dom, esplêndido em teus dons; luz que penetras as almas; fonte da maior consolação.

Vem, doce hóspede da alma, descanso de nosso esforço, trégua no duro trabalho, brisa nas horas de fogo, gozo que enxuga as lágrimas e reconforma na dor.

Entra até o fundo da alma, divina luz, e enriquece-nos. Olha para o vazio do homem se Tu lhe faltas lá dentro; olha o poder do pecado quando não envias teu sopro.

Rega a terra na seca, cura o coração enfermo, lava as manchas, Infunde calor de vida no gelo; doma o espírito endômito, guia quem perde o caminho.

Distribui teus sete dons conforme a fé de teus servidores. Por tua bondade e tua graça recompensa quem se esforça; salva quem busca salvar-se e dá-nos teu gozo eterno.

Amém.

 

https://www.google.com.br/#q=mino+cartas

Isaias 45,




Escrito por Clésio de Luca às 14h13
[] [envie esta mensagem
] []





Encontro, 9 Invocação ao Espírito Santo. Vem, Espírito divino, manda tua luz lá do céu, Pai amoroso do pobre; dom, esplêndido em teus dons; luz que penetras as almas; fonte da maior consolação.

Vem, doce hóspede da alma, descanso de nosso esforço, trégua no duro trabalho, brisa nas horas de fogo, gozo que enxuga as lágrimas e reconforma na dor.

Entra até o fundo da alma, divina luz, e enriquece-nos. Olha para o vazio do homem se Tu lhe faltas lá dentro; olha o poder do pecado quando não envias teu sopro.

Rega a terra na seca, cura o coração enfermo, lava as manchas, Infunde calor de vida no gelo; doma o espírito endômito, guia quem perde o caminho.

Distribui teus sete dons conforme a fé de teus servidores. Por tua bondade e tua graça recompensa quem se esforça; salva quem busca salvar-se e dá-nos teu gozo eterno. Amém.



Escrito por Clésio de Luca às 14h05
[] [envie esta mensagem
] []





Juro que não sou altivo, isto é arrogante.

Sou tenho medo de dizer esta palavra (x) por que na minha vida faço tudo para ser um servo humilde. Minha idade é 67 anos, mas pareço que tenho 50 não fisicamente, mas na cabeça.

Por que posso dizer isso. Porque me dediquei a esse tema pela vida toda. Tenho consciência de que não sou nada, que dependo das graças de Deus para fazer alguma coisa boa, pois

Cristo disse,"sem mim nada podeis fazer"João 15,5. Por que posso citar o versículo biblico, porque tenho a chave biblica, edição evangélica, da Sociedade Biblica do Brasil de 1970 Brasilia.DF.

 

Por que meus textos sempre se referem a Bíblia? Por que está no meu sangue, ié., "a boca fala o que o coração está cheio". De que me adianta escrever ou falar, citar algo que não seja

proveniente de Deus?

 

Mas também posso escrever sobre outros assuntos: política, militarismo, artisticos  e literatura.

 

E-36 é a oração de Cantico do Abandono. "Meu Pai, elevo hoje minha voz para cantar, porque, em vez de dia, em vez de so, com suas luzes e cores, deste-me, uma noite fria.

Eu te amo, eu te adoro porque as ondas do mar de tua onipotência meus sonhos e meus castelos; e desfizeram os mais suaves, os mais fortes, os mais sagrados laços de

minha existência.

Eu te amo, eu te adoro e bendigo porque, em vez do calor de tua ternura, desceu em meu jardim o gelo da indiferença congelando a última flor.

 

Senhor, meu Deus, eu te bendi e te louvo porque, em tua santa e carinhosa vontade, permtiste que as sombras do crepúsclo esmaecessem o colorido de minha juventude;

porque quisestes que eu fosse, não um astro nem sequer um cálice brilhante e formoso, mas um grão de areia, simples e insignificante, na praia imensa da humanidade.

 

Se um dia eu te louvei na alegria e cantei no meio dessa luz com que transfigurasse minha vida, hoje eu te amo e te adoro à sombra da cruz.

BENDIGO-TE NA LUTA E NO TRABALHO, NAS PEDRAS E ASPEREZAS DA SUBIDA; e o pranto que derramo hoje é o doce orvalho da carola de minha alma agradecida que te bendiz

no tédio e na tristeza, porque, apesar de tudo, deste-me, carinhoso, esta abóbada azul e infinita para cobrir, ó Senhor minha desdita.  

 

Sim, eu beijo com ternura e abandono essas mãos divinas que me ferem, porque creio firmemente que não cai um só cabelo ou uma só folha sem a vontade amabilíssima do Pai que

dirige sabiamente a orquestra sinfônica e divina do universo. Sim, Pai poderoso e querido, do fundo mais recôndito do oceano de minha alma eu te louvo absorto e agradecido e exulto em um canto de esperança.  Se um dia te atravessasse em meus planos e programas, se apagaste por um momento a luz de minha chama, é porque, para além das flores que fenecem, há outro mundo mais formoso que eu diviso, uma pátria em que nunca anoitece e uma casa de luz edificada sobre a paz eterna. Em tuas mãos eu me ponho; faze de mim o que quiseres. Amém.



Escrito por Clésio de Luca às 13h50
[] [envie esta mensagem
] []





Boa noite pessoa amiga. Sou o blogueiro que desde 2006 tento atrair simpatizantes para a causa que defendo. Expressar o amor de caridade a todos os entes e seres humanos criados por Deua; Você é um projeto de Deus. Consulte sempre o manual de sobrevivência espiritual que é a Bíblia sagrada. Abordaremos agora, o livro de Rute, pois no fb, alguem postou uma pagina, chamada de Rute intercessora e dai ocorreu alguns pronunciamentos. Gloria a Deus, pois isso possibilitou-me que eu pudesse divulgar o blog. Peço agora a asistência do Espírito Santo que ele me esclareça tudo.

Transcrevo trecho do livro de Rute, introdução aos livros de Josué, Juízes, Rute, Samuel e Reis; "O livro de Rute vem depois de Juízes nos Setenta (setuaginta), na Vulgata (Tradução de São Jerônimo), e nas traduções modernas. Na Bíblia hebraica está colocado com os hagiógrafos como um dos cinco rolos, os megillôt, que se liam nas festas principais, destinando-se a Rute à festa de Pentecostes. Embora o tema o relacione com o período dos Juízes (cf. 1,1), este livro não fazia parte da redação deuteromista que se estendeu de Josué ao fim de Reis.

Trata-se da história de Rute, a moabita que, depois da morte de seu marido, em cumprimento da lei do levirato; deste matrimônio nasce Obed que será o avô de Davi.

Uma adição (4,18-22) do livro de Rute, apresenta a genealogia de Davi, paralela à de Davi, paralela à de 1 Cr 2,5-15.(Livro de Crônicas).

É muito discutida a data da composição desse livro e têm sido propostos todos os períodos desde Davi e Salomão até Neemias. Os argumentos alegados em favor de uma data tardia -posição do cânon hebraico, língua e costumes familiares, doutrina - não são decisivos e o livro, com exceção dos últimos versículos, poderia ter sido composto na época da monarquia. É uma historia edificante, que tem por objetivo principal mostrar como é recompensada a confiança que se põe em Deus, cuja misericórdia se estende até sobre uma estrangeira (2,12) do mesmo livro de Rute. Esta fé na Providência e este espírito universalista são o ensinanento perene da narrativa. O fato de Rute ter sido reconhecida como a bisavó de Davi deu a esta pequena obra um valor particular, e são Maateus incluiu o nome de Rute na genealogia de Cristo (Mt 1,5).

Não será necessário dizer que o livro, em função da genealogia é bem interessante nos seus quatro capítulos.

Abraços,

Clesio de Luca

 

 

 



Escrito por Clésio de Luca às 20h53
[] [envie esta mensagem
] []





Boa noite pessoa amiga. Sou o blogueiro que desde 2006 tento atrair simpatizantes para a causa que defendo. Expressar o amor de caridade a todos os entes e seres humanos criados por Deua; Você é um projeto de Deus. Consulte sempre o manual de sobrevivência espiritual que é a Bíblia sagrada. Abordaremos agora, o livro de Rute, pois no fb, alguem postou uma pagina, chamada de Rute intercessora e dai ocorreu alguns pronunciamentos. Gloria a Deus, pois isso possibilitou-me que eu pudesse divulgar o blog. Peço agora a asistência do Espírito Santo que ele me esclareça tudo.

Transcrevo trecho do livro de Rute, introdução aos livros de Josué, Juízes, Rute, Samuel e Reis; "O livro de Rute vem depois de Juízes nos Setenta (setuaginta), na Vulgata (Tradução de São Jerônimo), e nas traduções modernas. Na Bíblia hebraica está colocado com os hagiógrafos como um dos cinco rolos, os megillôt, que se liam nas festas principais, destinando-se a Rute à festa de Pentecostes. Embora o tema o relacione com o período dos Juízes (cf. 1,1), este livro não fazia parte da redação deuteromista que se estendeu de Josué ao fim de Reis.

Trata-se da história de Rute, a moabita que, depois da morte de seu marido, em cumprimento da lei do levirato; deste matrimônio nasce Obed que será o avô de Davi.

Uma adição (4,18-22) do livro de Rute, apresenta a genealogia de Davi, paralela à de Davi, paralela à de 1 Cr 2,5-15.(Livro de Crônicas).

É muito discutida a data da composição desse livro e têm sido propostos todos os períodos desde Davi e Salomão até Neemias. Os argumentos alegados em favor de uma data tardia -posição do cânon hebraico, língua e costumes familiares, doutrina - não são decisivos e o livro, com exceção dos últimos versículos, poderia ter sido composto na época da monarquia. É uma historia edificante, que tem por objetivo principal mostrar como é recompensada a confiança que se põe em Deus, cuja misericórdia se estende até sobre uma estrangeira (2,12) do mesmo livro de Rute. Esta fé na Providência e este espírito universalista são o ensinanento perene da narrativa. O fato de Rute ter sido reconhecida como a bisavó de Davi deu a esta pequena obra um valor particular, e são Maateus incluiu o nome de Rute na genealogia de Cristo (Mt 1,5).

Não será necessário dizer que o livro, em função da genealogia é bem interessante nos seus quatro capítulos.

Abraços,

Clesio de Luca

 

 

 



Escrito por Clésio de Luca às 20h53
[] [envie esta mensagem
] []





O homem a cada manhã precisa levantar-se com nova provisão de b om humor, de vontade firme, de satisfação íntima.

Alberto Lohmann

Por que o vigilante foi morto após agressão sofrida por seu conhecido em Brusque? Digo a motivação do crime.

Ideia, é formatar um modo de vida...que leva o individuo bater 17 vezes com um ferro no corpo da vitima para roubar, pois estava com suas prestações vencidas de seu carro. Esta preso na UPA local.



Escrito por Clésio de Luca às 22h21
[] [envie esta mensagem
] []





Para quem desconhece sou pintor. Este é um quadro que fiz, são obras em óleo e aceito encomendas basta indicar o modelo.



Escrito por Clésio de Luca às 20h09
[] [envie esta mensagem
] []





Oiii...

Sou o Clésio. Você que me visitou (Blog) não deixe de comentar. Há cinco anos espero por pessoas que me façam perguntas. Só através delas é as respostas que eu der, você sabérá quem sou.

Para você conhecer alguém, converse, fale com ela. Escute-a. É a única maneira de você conhecer uma pessoa, isto é, deixá-la falar. E como faz par  uma pessoa falar? Perguntando, ou falando de coisas de que ela gosta. Interesse-se por coisas de ela a pessoa goste e você vai perceber o quanto ela irá se alegrar. Mesmo pessoas consideradas difíceis, caladas...se você conquistar sua confiança, vai ser uma pessoa que gostara de falar de conversar contigo. E falando de suas coisas, através de suas perguntas, ela cada vez mais irá se abrir e você então será conquistada por ele, ao que você tem interesse de conhecer.

Lembre-se daquelas pessoas, que vemos em filme. Ficou traumatizada com algum acontecimento. Se cala. Mas se você conquistar sua confiança, ela certamente confiará em você e então você poderá descobrir o que se passou com ela. Saber conversar é uma arte. Interesse-se pelas coisas que o outro goste e você conquistará essa pessoa. Podes crer!.

Estou lendo: Como fazer amigos e influenciar pessoas; Leio também, Como fazer amigos? Leio também outros livros que fazem-me compreender o ser humano. O ser humano é um mistério. Tem também por ai, muitos 'cabeças de bagres', 'imbecis' que só sabem fazer você se aborrecer. Lembre-se daquela expresssão.  Fuja daquelas pessoas agressivas e insinceras, pois elas afligem o nosso espírito.

Acostume-se a viver bem, em paz consigo mesmo. Li a pouco um texto que se reporta a solidão. Nada é contra a solidão se você se sentir bem sozinho. O texto é da autora:

Sim, é possível ser feliz sozinho

Não defendo a solidão total como a melhor maneira de se viver, pois o ser humano é gregário e poucas coisas na vida são tão agradáveis e construtivas quanto o convívio saudável com outras pessoas. No entanto, esse convívio deve ser espontâneo e prazeroso, senão não tem razão de ser. Lembram-se da velha máxima de que “antes só do que mal-acompanhado”? Como todo ve...lho provérbio, ele é sábio e direto. Muitas vezes, estar sozinho pode ser mesmo a melhor opção. A solidão nos proporciona o encontro com nós mesmos, nos induz à reflexão e ajuda a iluminar o nosso caminho rumo ao autoconhecimento. O problema é que, cada vez mais, percebo que não vivemos numa sociedade de livres pensadores e sim numa sociedade de autômatos sem personalidade, que acatam com espantosa subserviência todos os modismos e exigências do sistema. As pessoas, simplesmente, não se permitem pensar e chegar a conclusões tão óbvias, preferindo abraçar cegamente e de maneira desesperada o modus vivendi estabelecido pela mídia e abrir mão da sua individualidade em nome de uma falsa sensação de aceitação social. Dessa maneira, o que passa a valer é o que a sociedade considera correto e aceitável e não o que cada um deseja sinceramente para si. E a nossa sociedade condena veementemente a solidão, como se fosse uma aberração. De maneira silenciosa, porém ostensiva, ela nos obriga a estar sempre acompanhados como condição sine qua non para podermos interagir plenamente com o meio. Uma pessoa sozinha é vista como alguém doente, sem atrativos, um rejeitado social, um infeliz que não teve competência para encontrar um(a) parceiro(a) e agora amarga a solidão por pura falta de opção. A sociedade latina em geral e a brasileira em particular ainda não aprendeu a aceitar a solidão como uma opção. Nos finais das telenovelas, por exemplo, a maioria dos personagens “bons” acaba, de alguma maneira, encontrando um par; os “maus” são punidos com a solidão e o abandono. É o supremo castigo na ficção, só comparável à prisão ou à morte.
Com as mulheres essa cobrança é ainda mais forte.
Todos dizem: ah, você é uma escritora famosa ou dirige uma empresa ou está à frente de um conselho administrativo... Mas quando vai se casar?
É claro que um casamento ou mesmo um namoro prolongado podem ser extremamente gratificantes e muitas uniões duradouras comprovam isso. Mas o ato de se casar ou de ter um parceiro ao lado deve partir, sobretudo, de um anseio íntimo e genuíno e jamais de uma cobrança social coletiva.
E sim, é perfeitamente possível viver "antes só do que mal acompanhada".
Ver mais


Escrito por Clésio de Luca às 07h19
[] [envie esta mensagem
] []





Hoje estou desolado, abandonado. Aqui em meu canto ( passei água benta) para ver se espantava os "espíritos maus".

Agradeço ao meu Deus o fato dele me ter dado a existência.

Em 11/08/11 o pai da esposa (Marcele) de meu filho Felipe, o sr. Clodoaldo morreu.

Dispersão ou (grego) Diáspora, (Na antiguidade israelita, o termo "Dispersão", designava os judeus emigrados da Palestina (cf.Sl 147,2; Jt 5,19; cf. Jo 7,35). Aqui trata-se de cristãos de origem judaica dispersos no mundo greco-romano (cf. At 2,5-11). As doze tribos representam a totalidade do novo povo (At26,7; Ap 7,4+).

Nota extraida de Tg 1,1: "Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos da Dispersão: (a) Saudações, 

 



Escrito por Clésio de Luca às 17h42
[] [envie esta mensagem
] []





Comentario ao site do Juca:

Clesio de Luca disse:

O seu comentário está aguardando moderação.

O Brasil, Juca precisa de planejamento, de um plano a ser desenvolvido em nosso território para limpar as coisas sujas, ruas, praças, vias, rodovias…sonegação, etc…
Mas enquanto perdurar à corrupção, o jogo dos políticos “ficha suja” a falta de vontade política de fazer bem as coisas e sem compromissos de pessoas responsáveis, levando de barriga postergando ações,…seremos sempre esse pais, que não é levado a sério e em permanente estado de sonolência.
O Brasil está a muito tempo vivendo na UTI.
Embora, não obstante há locais lindos, lugares onde a criatividade aparece e em que o progresso se nota, como em alguns lugares de São Paulo . Mas a faxina deve ser geral, no território todo. Privilegiar a educação básica, fundamental, ensino médio… em todo o território nacional.

Em 30/03/2011



Escrito por Clésio de Luca às 08h45
[] [envie esta mensagem
] []





Tenho um dvd do Roy Obirson fantástico.

NightBlake



Escrito por Clésio de Luca às 20h43
[] [envie esta mensagem
] []





 

clesio de luca
Florianópolis/SC - Brasil, 65 anos
25 textos (3645 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/03/11 19:45)

 

textos do autor 
Cartas (1)
Contos (4)
Humor (1)

 

Perfil
Nasci no pós-guerra em 1946. Não me conformo em ter tantos anos, mais de 3 x 20 anos. Se eu olhar esse tempo, posso olhá-lo como um presente, quantos tantos já se foram. Tenho um lema, nem sempre seguido, que é Servir.
Gosto de escrever, conversar então, nossa! Minha origem é italiana, e os italianos falam pelos cotovelos. Iguais as mulheres. Falam demais. Bom! Tenho um espírito jovem, disposto, claro com minhas reservas de "idoso". Detesto a velhice. Não pratico mais os esportes como o futebol, paixão juvenil; tenho historia. Agora faço a pescaria, o levantamento de copo, dançar... são meus passatempos preferidos. Sou também pintor de telas, de casarios principalmente, mas não me considero um artista plástico. Conheço uns quantos artistas plásticos. Aprecio a arte. Detenho-me a olhar quando vejo um quadro.E admiro, mas também sou um critico de arte. Vejo nos detalhes os efeitos positivos e negativos, isto é que não saiu-se muito bem, poderia ser melhor.
Procuro descobrir e apurar o meu principal atributo, conselho dado pelo escritor Baltasar Gracián, que sou fã. Gosto muito da música em seus diversos gêneros, desde o samba (chorinho),até a clássica e também a sertaneja, musicas de raíz.
Outra coisa maravilhosa. Viajar. Se pudesse estaria viajando sempre. Em meu estado, suiça brasileira, pelos estados vizinhos ao meu. Gosto de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais. Nunca fui ao norte e nordeste brasileiro. Gostaria de conhecê-los. Países: Brasil, Argentina e Paraguay, já é alguma coisa.Gostaria de visitar a Italia, Portugal, Espanha, Estados Unidos, França e Inglaterra, e os paises com berço cultural importante.
No Brasil, não me conformo com as desigualdades sociais. Penso que ela é vergonhosa em alguns pontos.Se tivesse que escolher entre um rico ou um pobre, escolheria o pobre pois o pobre é mais chegado no contato. Os ricos tem o nariz meio empinado, porém, nem todos são maus, há aqueles que tem recursos mas são desapegados. É dificil mas existem.
Gosto de ler, de assistir programas culturais, entrevistas, documentários e ver meus vídeos preferidos. Gosto dos cantores brasileiros, alguns como Adoniram Barbosa, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, e cantora? Sou fã de Roberta Miranda. Tenho quase todos os cds e videos gravados por ela. Gosto também da música instrumental, violão, piano e cavaquinho. Em Curitiba quando passeio por lá, programa imperdível e assistir ao grupo de chorinho, que se apresenta próximo a Feira de artesanatos que existe no centro da capital paranaense. Falando em feiras, é um programa explêndido. Visitar Feiras, conhecer os produtos naturais, o mel, e tudo o que de bom existe na natureza. E o pastel da feira? Indispensável.
Outra coisa que gosto de fazer é visitar museus, conhecer a arte e a historia dos fundadores da cidade.
Tenho família, minha esposa se chama Tânia Márcia. Uns a chamam pelo primeiro nome e outros pelo segundo. Quando alguém liga para falar com a Tânia, peço para esperar um pouco e chamo alto: Márcia, telefone! No outro lado da linha a pessoa extranha um pouco, mas acostuma. Temos três filhos: Eduardo, Felipe e Fernando. Não sabemos qual deles é mais bonito. Todos eles são belos.
Sou de família de quatro irmãos: Clovis, Jose Cláudio, e Maria Gliselda. Meu pai se chamava José e minha mãe, Antonieta. Meus avós filhos de imigrantes: Constante, Delfina, Maria Milanez e Ângelo Serafim.
Gosto de flores, pássaros, animais, peixes e uma pescaria...muito bom. Dizem que o tempo gasto em uma pescaria, não é contado em termos de idade, tempo. Pois é uma distração imperdível.
Gosto de caminhar, de preferência no meio da mata, da selva, para apreciar a natureza bela e explendorosa. Aprecio o Mar, e as viagens em navios. Viajar de avião é maravilhoso, sinal de progresso e avanço cientifíco.
Programas para passar o tempo: cinema, tv. Aprecio a arte cinematográfica, o cinema, o teatro e as apresentações musicais. Sou um fã de cinema e gosto de um bom filme, com bom enrêdo e roteiro. Detesto filmes pornográficos, não tem nada a ver. Quando aparecem cenas na cama, provavelmente troco o canal.São atos que não precisam ser expostos. Há diretores, e atores que gostam de aparecer. Acho isso ridículo. Detesto filmes nacionais que exploram a violência e o sexo. Os textos de filmes nacionais se "especializam" na pornografia. Coisa medonha, pavorosa, sem gosto. Claro, uma boa comédia não há quem resista, mas em geral os filmes nacionais apelam para o mau gosto.
Sou vidrado em estudo.
Aprecio as amizades, não sou tão aberto na comunicação. Mas a comunicação é um assunto preferido.Acho que em tudo é preciso primeiramente despertar a confiança. Depois sim a gente pode se abrir. "Confiança não se impõe, se conquista!. Se você leu até aqui, parabéns, você conseguiu aguentar um cara xarope e chatão!.Até a proxima.


Última atualização em 27/03/11 20:37


Escrito por Clésio de Luca às 20h39
[] [envie esta mensagem
] []





Há um livro antigo, intitulado a Imitação de Cristo, escrito por Tomás kempis, cônego regular, nascido em Colônia, na Alemanha, em 1380 e falecido em 1471, na avançada idade de 91 anos.Deixou ele varios escritos, referentes todos a assuntos religiosos.

Reconhecem todos os tradutores quanto é árdua a missão de transplantar de um idioma para outro o pensamento alheio. Em nosso caso a dificuldade aumenta, ataendendo-se ao gênero e à epoca em que foi escrito. Não obstante isso, procuramos reproduzir, em linguagem portuguesa, o mais fielmente possível, as idéias do autor, abstraindo de qualquer preocupação de fazer um trabalho erudito e revestido de brilante forma literária. Isso porque a Imitação tem suficiente valor intrínseco e não necessita de que se lhe acrescente algo para ser lida e apreciada e para produzir copiosos frutos de bençãos e salvação. Pelo mesmo motivo dispensamos notas explicativas e comentários.

Tivemos em mira fins sublimes: a gloria de Deus e o bem das almas (Pe. José Maria Cabral). 

Conselhos do Cardeal Henrique Henriques aos leitores da Imitação de Cristo.

1º) Marcar um hora certa, cada dia, para essa leitura e observá-la, quanto possível, inviolavelmente.

2º) Antes da leitura, preparar a alma, principalmente pela reta intenção de procurar só o proveito espiritual; erguer o coração a Deus e pedir luzes para o entendimento.

3º) Ler, não apressadamente, mas com atenção e pausa entre os versículos. Seria útil reler os trechos, segundo o assunto.

4º) Encerrar a leitura com breve aspiração dirigida a Deus, pedindo-lhe que conserve e fecunde a semente da graça lançada na alma, para que produza fruto centuplicado.

A imitação compreende 4 livros: 1º Avisos úteis para a vida espiritual; 2º Exortações à vida interior 3º Da consolação interior; e 4º Do sacramento do Altar.



Escrito por Clésio de Luca às 19h28
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]